Câmara Municipal de Alcácer do Sal submete à Assembleia Municipal manifesto em prol de Alcácer

14 november 2019

Exigir "mais investimento da administração central no Concelho" e reclamar do "desinteresse do Governo na região e em Alcácer do Sal", são as duas principais premissas de um manifesto, aprovado no dia 14 de novembro de 2019 em Reunião de Câmara, redigido em nome da população do concelho e que vai ser submetido pela Câmara à Assembleia Municipal para aprovação, e depois ao XXII Governo da República.


No documento, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, reivindica o cumprimento, por parte do Governo, dos "deveres e obrigações para com as pessoas de Alcácer e da Região", referindo diversos aspetos nos quais são exigidas melhorias, com o objetivo de incrementar a qualidade de vida da população do concelho, em áreas como o ambiente, transportes públicos, segurança rodoviária, redes de água e saneamento, cuidados de saúde, ensino e escolas, tribunal de Alcácer e conservatória de registos, proteção animal, demografia e natalidade, segurança e proteção civil. Ao mesmo tempo, o edil sublinha que "o Município de Alcácer tem cumprido e tem feito tudo o que está ao seu alcance e no âmbito das suas competências para dinamizar a economia e promover o bem-estar das populações".


A proposta foi aprovada por unanimidade com os votos a favor dos vereadores CDU. Os vereadores PS ausentaram-se da votação, alegando a vereadora Clarisse Campos que a Câmara não tem competência para aprovar este manifesto.