COVID-19 E A SAÚDE ESCOLAR

INFORMAÇÃO DA UNIDADE LOCAL DE SAÚDE DE ALCÁCER DO SAL

03 july 2020


A COVID-19 é uma doença causada pelo novo coronavírus (SarsCov-2). A transmissão pode ser feita de pessoa-a-pessoa, através de gotículas, secreções e aerossóis e o tempo de incubação do infetado pode durar até 14 dias.

Desde o início têm sido tomadas várias medidas de Saúde Pública que visam diminuir a transmissão do vírus, entre as quais o encerramento dos estabelecimentos escolares a 16-03-2020. Esta medida levou a que várias atividades previstas nos planos de ação de Saúde Escolar tivessem ficado suspensas.

Entretanto, durante o mês de maio, quando já se previa a reabertura das Secundárias para os 11.º, 12.º anos e creches, as várias equipas de Saúde Escolar começaram a contactar as entidades responsáveis e coordenações dos estabelecimentos escolares, no sentido de intervirem na implementação de medidas que minimizassem o impacto desta pandemia na sociedade, nomeadamente:

 

·         Reuniões com os responsáveis e vistorias prévias aos estabelecimentos escolares;

·         Verificação dos planos de contingência;

·         Esclarecimento aos encarregados de educação;

·         Formação aos docentes e não docentes;

·         Participação na formação dirigida pelas forças armadas acerca da limpeza e desinfeção;

 

Algumas das questões mais focadas pelas equipas, de acordo com as orientações da DGS e por questões de Saúde Pública foram:


·         A sensibilização para o reforço da limpeza dos todos os espaços, equipamentos e brinquedos;

·         O arejamento frequente de todos os espaços fechados, especialmente as salas de aula;

·         A sensibilização aos alunos para a importância da etiqueta respiratória;

·         A formação de grupos (o mais reduzidos possível), evitando o cruzamento entre os mesmos;

·         O distanciamento social e uso de máscara com idades superiores a 10 anos;

·         A distribuição de dispensadores de solução alcoólica em vários locais das escolas.

 

Com a reabertura gradual dos estabelecimentos escolares e ATLs, o bom elo de ligação com as equipas de Saúde Escolar foi essencial, no sentido de minimizar o impacto da pandemia nesta comunidade e na comunidade em geral.

 

(Autora: Cláudia Oliveira, Técnica de Saúde Ambiental da Unidade de Saúde Pública – Núcleo de Sines)