Município de Alcácer do Sal aumenta receita em 432 mil euros

29 january 2019


O Município de Alcácer do Sal terminou 2018 com uma receita de mais 432.965,53 euros do que no ano anterior, um resultado bastante positivo que reflete o compromisso da autarquia com o saudável balanço das contas públicas e que espelha igualmente o crescimento económico do concelho.

À data de 31 de dezembro de 2018, no que respeita ao Princípio do Equilíbrio Orçamental, que determina que a receita corrente bruta cobrada deve ser pelo menos igual à despesa corrente acrescida das amortizações médias de empréstimos de médio e longo prazos, o Município de Alcácer do Sal cumpria o estipulado.

Na despesa paga houve uma redução de 1.043.445,85 euros comparativamente com o ano de 2017. Já a despesa corrente aumentou 495.887,17 euros, destacando-se a rubrica dos encargos com pessoal, com peso significativo dos encargos de saúde da responsabilidade da autarquia e das despesas com Segurança Social.

Na receita evidenciam-se os indicadores associados à crescente dinâmica económica e à escalada da capacidade de atração de investimento do Município de Alcácer, com um aumento significativo do IMT (de 1.496.148,04 euros para 2.253.766,69 euros), da Derrama (cresceu de 44.890,94 euros para 190.927,09 euros) e do IUC (passou de 245.359,52 euros para 260.109,36 euros). Também o IMI cresceu, tendo passado de 1.357.400,32 euros para 1.431.238,70 euros. Recorde-se que Alcácer do Sal tem a taxa de IMI mais baixa do distrito de Setúbal (0,3 por cento) e das mais baixas praticadas no país, valor que mantém há vários anos.

Salienta-se ainda que, a 31 de dezembro de 2018, a autarquia não apresentava pagamentos em atraso e o passivo efetivo baixou 132.302,12 euros.

Ao longo destes últimos cinco anos, o Município de Alcácer do Sal consolidou e melhorou os seus resultados financeiros e prepara-se agora para reforçar a sua capacidade financeira para concretizar um grande ciclo de obras públicas de modernização do concelho.