Presidente da Câmara volta a reclamar mais meios para a GNR

18 february 2019

Em carta dirigida à Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, reclamou medidas de caráter excecional que permitam colocar no concelho mais quatro militares e novas viaturas.

O presidente da Câmara salientou que continuam a faltar “efetivos em Alcácer, no Torrão e na Comporta, e viaturas novas, já que várias delas estão atualmente inoperacionais”. O edil frisou ainda que “uma funcionária da limpeza do quartel não foi substituída e são os militares que desempenham estas tarefas”, acrescentando que falta, nos quartéis, “equipamento informático, consumíveis, produtos de limpeza, entre outros”. Para concluir, Vítor Proença acrescentou que “no dia 29 de janeiro de 2019, a viatura do piquete era a da ‘Escola Segura’, algo que não se compreende” e que “no dia 30 de janeiro, num gravíssimo acidente rodoviário na EN253 (entre Alcácer e a Comporta), o motorista do veículo pesado acidentado ficou quatro horas encarcerado, não tendo sido possível a GNR acompanhar plenamente todo o ciclo de operações, pois só dispunha de uma viatura”.

Recorde-se que no passado dia 29 de janeiro de 2019 o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal já havia entregue um memorando à referida Secretária de Estado e também ao Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, evidenciando a total carência de meios que a GNR do concelho de Alcácer atualmente tem.