TODA A CRISE IMPLICA UM LUTO

INFORMAÇÃO DA UNIDADE LOCAL DE SAÚDE DE ALCÁCER DO SAL

24 july 2020


Urge sublinhar que o período de adaptação à COVID-19 irá implicar um processo de luto sobre como se conhecia a vida antes desta pandemia. Emergiu em todos uma estranheza no dia a dia, o ter de estar em casa, o não poder passear de forma segura, pois existe um perigo invisível, mas que causa tantos danos. A capacidade do ser humano resistir e conseguir regular as suas emoções, de modo a criar significado para a experiência, vai depender das características de cada sujeito, assim como de fatores relacionados com personalidade e experiências de vida. Como tal, esta regulação emocional e superação tem um caracter próprio, embora o apoio psicoterapêutico e da saúde seja fundamental para ajudar o sujeito em todo este processo, bem como todos os recursos comunitários que favoreçam o sentido de pertença nas pessoas.

Perante a ocorrência de um acontecimento traumático, o indivíduo reorganiza uma nova forma de estar e de ver o mundo que o rodeia, o que pode gerar uma mudança significativa nos seus padrões de funcionamento. As rotinas diárias, a convivência social, foram completamente postas de parte e alteraram-se drasticamente. As dificuldades económicas e sociais têm vido a piorar, é emergente a adaptação a uma nova forma de estar na vida. Mas que forma é esta? Por onde começamos? O que podemos fazer para nos reequilibramos nesta nova realidade?

Embora ainda estejamos todos em fase de reajustamento, é natural que, aos poucos, comecemos a dar os primeiros passos na mudança que toda a crise obriga. Mudar não é necessariamente mau; a mudança é das certezas maiores que temos na vida. Deste modo, importa referir que, mais do que “ficar tudo bem”, é preciso ficar tudo melhor. É urgente mais generosidade, mais igualdade, mais amor, mais empatia e menos julgamento e crítica. Dado que estamos a atravessar este período diferente, já agora que sirva para crescermos, evoluirmos e modificarmos o que não estava tão bem na nossa sociedade - pode ser este o momento.

Assim, podemos entender que, a par com a crise e o mal-estar que dela advém, também surgem, grandes oportunidades de crescimento, desenvolvimento e sabedoria, tão essenciais à evolução da humanidade.