Workshop Internacional de Arqueologia Fluvial e apresentação do projeto “Um Mergulho na História” trazem investigadores de renome a Alcácer do Sal

11 april 2022

“É a memória que nos projeta para o futuro. O início do workshop e a apresentação do projeto “Um Mergulho na História”, com as palestras e o conjunto de investigadores e profissionais, nacionais e internacionais convidados, são demonstrativos da importância que o rio Sado sempre teve ao longo dos séculos”. Foi com estas palavras que o presidente do Município de Alcácer do Sal, Vítor Proença, fez a abertura solene da apresentação do projeto “Um Mergulho na História” e do Workshop Internacional de Arqueologia Fluvial, realizados no decorrer dos dias 8, 9 e 10 de abril de 2022 no Auditório Municipal de Alcácer do Sal.

Esta iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Alcácer, em parceria com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), apresentou a uma vasta plateia de convidados e entusiastas do mundo da história e arqueologia o projeto “Um Mergulho Na História”, que tem o objetivo de caracterizar o património cultural náutico e subaquático do Alentejo Litoral e criar conteúdos em formato digital, para efeitos de comunicação pública da investigação. O projeto visa igualmente a promoção do envolvimento das populações locais na temática da arqueologia náutica e subaquática enquanto valor cultural. A adesão a este projeto permite ao Município promover a investigação científica em arqueologia náutica e a prospeção do património cultural subaquático do concelho, valorizando a sua história e da região, e ainda dinamizar o turismo nas suas vertentes patrimonial e cultural.

Em grande destaque no decorrer do evento esteve também a realização do Workshop Internacional de Arqueologia Fluvial, com palestras ministradas por arqueólogos de todo o mundo e assistida por cerca de uma centena de pessoas, metade delas presencialmente, sendo que remotamente se registaram as presenças de inscritos do Brasil, Islândia, França, Países Baixos, Suécia ou Dinamarca. Este conjunto de iniciativas fechou com “chave de ouro”, com a realização, no dia 10 (domingo) de um passeio a bordo do galeão Pinto Luísa em pleno rio Sado, rio este que foi, no fundo, a grande “estrela” do fim de semana. Refira-se que a viagem no galeão, que navegou até ao cais da antiga feitoria fenícia de Abul, foi brindada com uma inesperada visita de flamingos.

As tarefas a desenvolver no âmbito do projeto “Um Mergulho na História” foram financiadas pelo Orçamento Participativo Portugal (Projeto OPP nº 466/2018). Visite o website do projeto em https://www.mergulho-na-historia.pt/.