Após ser distribuída a água é utilizada para os mais variados fins, nomeadamente, num sistema de abastecimento vulgar, para usos domésticos, comerciais, industriais e municipais. Estes usos mudam as características das águas e tornam-nas impróprias em geral para reutilização, sendo indispensável a sua drenagem e tratamento, a fim de não causarem prejuízos à saúde ou comodidade das populações e ao meio ambiente.

 

As Águas Residuais são classificadas, de acordo com o Decreto-Lei 236/98 de 1 de agosto, nos seguintes tipos:

 

· Águas residuais domésticas – águas residuais de instalações residenciais e serviços, essencialmente provenientes do metabolismo humano e de atividades domésticas;

· Águas residuais industriais – todas as águas residuais provenientes de qualquer tipo de atividade que não possam ser classificadas como águas residuais domésticas, nem sejam águas pluviais;

· Águas residuais urbanas – águas residuais domésticas ou a mistura destas com águas residuais industriais ou com águas pluviais.



 


Sistemas de Drenagem e Tratamento de Águas Residuais

 

N.º Total de Sistemas de Drenagem e Tratamento de Águas Residuais: 23

N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais: 14

N.º de Fossas Séticas Coletivas: 8

N.º de Estações Elevatórias para Águas Residuais: 4