Toponímia


A toponímia tem a sua origem etimológica em dois termos gregos: τόπος (tópos), lugar, e ὄνομα (ónoma), nome, o que literalmente significa “o nome de um lugar”.

 

Quando falamos de Património Histórico, devemos lembrar-nos que não é só os monumentos, os vestígios arqueológicos e a cultura material. Existe todo um leque de elementos patrimoniais que, por vezes, não se distinguem, mas que fazem parte do nosso dia-a-dia. A toponímia é, certamente, um desses elementos, uma vez que corresponde ao enquadramento cultural, à perceção que o Homem possui do território que o rodeia. Trata-se de um instrumento fundamental de preservação e valorização da cultura e identidade locais, que evidencia a memória coletiva sobre um determinado espaço ou acontecimento.

Para além da sua função cultural, a Toponímia representa igualmente um importante meio de referência geográfica, sem o qual era impossível gerir os espaços, causando grandes transtornos às populações. Foi com o intuito de colmatar algumas falhas neste campo que foi constituída a Comissão Municipal de Toponímia de Alcácer do Sal que tem vindo a identificar casos que urge resolver, apresentando propostas de nomes para lugares ainda por denominar.

É nosso objetivo que a Toponímia evidencie as marcas mais características daquilo que nos identifica, sendo que a atribuição de novos topónimos tem sempre o intuito de perpetuar e tornar sempre presentes as personalidades e tradições do concelho.

 

A Comissão de Toponímia

Esta secção permite aproximar os cidadãos do município ao disponibilizar informação relevante sobre os regulamentos municipais, serviços urbanos, planeamento, toponímia, transportes públicos, formulários e requerimentos, entre outros. Participe ativamente na vida cívica, entre na área "A minha rua" e indique-nos problemas detetados, como, por exemplo, uma rotura numa conduta de água pública.