Teatro: “ A pele que tenho em mim”

12 janeiro 2018
Auditório Municipal de Alcácer do Sal


Contribuir para a sensibilização e maior conhecimento sobre a psoríase, uma doença que afeta cerca de 250 mil pessoas em Portugal, é o objetivo da peça de teatro que vai ser apresentada no dia 12 de janeiro (sexta-feira), às 21h30, no Auditório Municipal de Alcácer do Sal.

Integrada na iniciativa “Uma Pele Para a Vida”, iniciada em 2016, a peça intitula-se “A pele que tenho em mim” e é trazida a palco Novartis em colaboração com a PSO Portugal – Associação Portuguesa de Psoríase, em parceria com a Infraestruturas de Portugal e Câmara Municipal de Alcácer do Sal.

A produção, a cargo da ACE – Teatro do Bolhão, consiste numa espécie de desfile de histórias carregadas de humanidade, pessoas comuns com as suas rotinas e com as suas questões primordiais, uma forma leve e poética de tratar um acontecimento doloroso. Mas ninguém está sozinho no mundo. O texto convida o espetador a vestir a pele de alguém que vive todos os dias com psoríase e enfrenta os desafios de aprender a conviver com a doença. Superação. Determinação. Esperança. Estas são as palavras-chave das várias personagens da peça.

Esta iniciativa procura chamar a atenção para o impacto da doença através do entretenimento, designadamente a partir das histórias reais dos doentes que deram origem a uma peça de teatro, materializada numa tour de seis espetáculos, procurando partilhar a informação junto dos doentes fora dos grandes centros urbanos.

A entrada para assistir à peça é livre, mas pode desde já confirmar a sua presença através do site www.umapeleparaavida.pt ou do telefone 211 368 038.

 


FICHA TÉCNICA


Texto e encenação: Pedro Fiuza

Intérpretes: Bernardo Gavina, João Tarrafa, Clara Gondim, Joana Mont’alverne, Pedro Couto

Espaço cénico e figurinos: Ana Isabel Nogueira

Música: Pedro Fiuza

Direção de produção: Glória Cheio

Produção: ACE Teatro do Bolhão

Classificação etária: M12

Duração: 45 minutos