: :: ::: POSSIBILIDADE DE OCORRÊNCIA DE INUNDAÇÕES DE 3 A 7 DE DEZEMBRO 2021 ::: :: :

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Alcácer do Sal informa de que, de acordo com as previsões do Instituto Hidrográfico, são expectáveis marés acima de 3,5m a partir do dia 4 e até ao dia 7 de dezembro, passíveis de causar inundações na zona ribeirinha, nomeadamente na Avenida dos Aviadores, Largo Campos Valdez e Avenida João Soares Branco.

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Alcácer do Sal e as equipas municipais manterão uma monitorização constante da situação e implementarão medidas de mitigação do risco, salientando-se que poderá inclusive ocorrer a interrupção temporária de circulação na Avenida dos Aviadores durante os picos da preia-mar. É igualmente importante a tomada de medidas de autoproteção.

 

(Excerto da tabela de marés com referência ao porto de Setúbal, que já inclui o desfasamento para a cidade, com o horário de inverno.)

possibilidade de inundações de 4 a 7 dez 21.png


MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO FACE A BAIXAS TEMPERATURAS 

Nesta época do ano, as previsões meteorológicas apontam habitualmente para uma descida das temperaturas, pelo que o Serviço Municipal de Proteção Civil de Alcácer do Sal recomenda como medidas de autoproteção nos dias mais frios:

 

- Mantenha o corpo hidratado e quente;

- Mantenha-se protegido do frio;

- Mantenha a casa quente;

- Mantenha-se especialmente atento se tiver algum problema de saúde;

- Mantenha-se em contacto e atento aos outros.

 

Cuide de si, cuide de todos!

frio_roupa.jpg

frio_casa.jpg

frio_pessoas vulneráveis.jpg


OUTUBRO - INÍCIO DO ANO HIDROLÓGICO

Com a chegada do mês de outubro inicia-se o ano hidrológico, período no qual importa prevenir as condições meteorológicas e hidrológicas adversas naturais da época, através da adoção de medidas de prevenção e de autoproteção. O Serviço Municipal de Proteção Civil de Alcácer do Sal partilha consigo algumas recomendações.


inicio do ano hidrologico.jpg

 


PELA SUA SEGURANÇA E DE TODOS, SIGA AS REGRAS PARA FAZER UMA QUEIMA 


É proibido fazer queimadas extensivas sem autorização e sem acompanhamento de um técnico credenciado em fogo controlado, operacional de queima ou equipas de sapadores ou bombeiros.

Contacte a câmara municipal, junta de freguesia ou aceda à aplicação Queimas e Queimadas do ICNF. Saiba mais através do 808 200 520. 

No caso de ser abordado pela GNR, terá que apresentar o comprovativo de autorização. A realização de queimadas sem autorização e acompanhamento é considerado “uso intencional de fogo” e está sujeito a coimas até 60 mil euros.

Esteja atento às condições meteorológicas. Não queime com tempo quente e seco ou com vento. Escolha dias nublados e húmidos. Leve consigo o telemóvel para dar o alerta em caso de incêndio.