5ª Volta do Rastreio do Cancro da Mama no concelho de Alcácer do Sal

20 abril 2016


O programa de Rastreio do Cancro da Mama, da Liga Portuguesa Contra o Cancro, regressa ao concelho de Alcácer do Sal nos meses de maio e junho, com uma novidade este ano: um horário contínuo de segunda a sexta-feira, entre as 8h e as 18h30, com as colaboradoras sempre disponíveis na Unidade para receberem as convidadas.

O rastreio, que vai na sua 5ª volta e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Alcácer do Sal e juntas de freguesia do concelho, arranca dia 2 de maio junto à Escola Bernardim Ribeiro, no Torrão, onde a Unidade permanecerá até dia 4, seguindo depois para a Comporta para duas ações a 6 e 9 de maio, junto às instalações da junta de freguesia. Alcácer do Sal é a última paragem, com a Unidade a permanecer junto ao Centro de Saúde de 11 de maio a 14 de junho.

Cerca de 2.200 mulheres, com idades compreendidas entre os 45 e os 69 anos, vão ser convidadas a participar nesta campanha que aposta no diagnóstico precoce do cancro que mata cerca de 1.500 mulheres por ano só em Portugal.

A cada dois anos, o Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro mobiliza Unidades Móveis para procederem à realização de mamografias de rastreio nos concelhos da sua área de influência. O exame é gratuito e os resultados são enviados diretamente para o médico de família ou, caso não tenha, para o coordenador da Unidade de Saúde da área de residência. Se os resultados suscitarem dúvidas aos médicos, proceder-se-á a um convite para consulta de aferição em Lisboa, onde se realizam todos os exames complementares necessários.

O programa de Rastreio do Cancro da Mama chegou a Alcácer do Sal em 2008 e, desde então, tem registado uma adesão crescente. Em 2014 foram convidadas a participar 2.201 mulheres, 60,6% das quais compareceram ao exame. Das mamografias registadas, 33 resultaram em convites para aferição em Lisboa, sendo que, das 22 consultas que efetivamente se realizaram, cinco casos encontram-se sob vigilância e 11 foram enviados para tratamento hospitalar.