Alcácer do Sal recebe e mantém acesa a “Chama da Solidariedade”

24 janeiro 2018


O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, recebeu esta manhã (24 de janeiro 2018) a “Chama da Solidariedade” das mãos do presidente do Município de Grândola, António Figueira Mendes, e transmitiu-a à AURPICAS – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Alcácer do Sal, entidade depositária e a primeira a acolher este instrumento simbólico, que vai permanecer em terras alcacerenses até 6 de fevereiro.

A cerimónia decorreu no Largo Luís de Camões com a presença do vereador Nuno Pestana, da presidente da Assembleia Municipal de Alcácer, Maria Antónia Mendes, presidentes e representantes das juntas de freguesia do concelho, presidente da Assembleia Municipal de Grândola, presidente da UDIPSS – Setúbal e representantes do movimento associativo e IPSS’s locais, entre outros.

“Alcácer do Sal tem uma intensa atividade no que respeita à solidariedade. Neste mundo de desigualdades, é necessário ter em conta a solidariedade e aquilo que as entidades e as autarquias locais, por todo o país, fazem. A todos, o nosso muito obrigado”, disse o presidente da Câmara Municipal de Alcácer, Vítor Proença, na sua intervenção, acrescentado ainda ter “a certeza que esta Chama vai brilhar dia e noite nos corações de toda a população”.

A animação não faltou nesta cerimónia, com as atuações das crianças da creche e jardim de infância de Grândola e dos alunos do Agrupamento de Escolas de Alcácer, tendo também brindado os presentes com a sua atuação o Grupo Coral Feminino Cantares do Xarrama (que interpretou, além do seu repertório, o hino da “Chama da Solidariedade”) e os utentes da AURPICAS.

Esta iniciativa, da responsabilidade da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal, com o apoio dos municípios do distrito, pretende difundir os valores que unem as diferentes instituições de solidariedade e apelar ao espírito comunitário.

A percorrer o país desde 2006, a “Chama da Solidariedade” vai passar por todos os concelhos do distrito de Setúbal até junho, tendo começado pelo concelho do Seixal, em setembro de 2017, seguindo-se Almada, Palmela, Sines e Santiago do Cacém. Foi Grândola quem agora passou testemunho a Alcácer do Sal, seguindo-se depois Barreiro, Moita, Montijo, Alcochete, Sesimbra e Setúbal, onde terá lugar a Festa da Solidariedade, com a “Chama da Solidariedade” a ser entregue a outra zona do país.



» Veja aqui o álbum de fotos desta cerimónia.

» Consulte aqui o circuito que a "Chama da Solidariedade" percorrerá no concelho