Galeão Pinto Luísa volta a navegar

19 abril 2018


O galeão do sal Pinto Luísa voltou dia 19 de abril 2018 a navegar nas águas do rio Sado, de frente para a zona ribeirinha de Alcácer do Sal, depois de profundas obras de conservação e restauro no estaleiro de Sarilhos Pequenos, iniciadas em agosto de 2017 e que o deixaram praticamente como novo.

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença assistiu ao desfile de chegada da embarcação, que coincidiu com a celebração do aniversário da Universidade Sénior de Alcácer no Largo Luís de Camões, e referiu que ficou "emocionado pelo regresso a casa do galeão Pinto Luísa". O edil acrescentou que "foi ordenada a reparação, pois a embarcação não oferecia condições infraestruturais para navegar", mas "hoje já pode viajar, sendo um motivo de orgulho".

Com um custo total de 140.835,00 euros, comparticipados em 85 por cento pelo FEAMP – Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas na sequência da submissão de uma candidatura pelo Município à ADL – Associação de Desenvolvimento do Litoral Alentejano, a intervenção incidiu sobre os mastros, a roda de proa, a tabica e encabeços a bombordo e estibordo, cabine e o sistema propulsor. O galeão dispõe também de dois tanques novos, um de combustível e outro para águas limpas. Foi ainda renovado o WC e refeita a calafetagem.

A embarcação, símbolo incontestável da cultura da região de Alcácer do Sal, está agora novamente apta a ser utilizada pelos alcacerenses e pelos visitantes, proporcionando um contacto com as atividades náuticas numa perspetiva de aprendizagem, sensibilização, recreio e lazer.