Presidente da Câmara Municipal obtém respostas para pescadores

08 março 2018


O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, acompanhado da presidente da Junta de Freguesia da Comporta, Deolinda Florêncio, e de um representante dos pescadores locais, esteve dia 8 de março reunido em Lisboa com o Diretor Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, José Carlos Simão, e duas técnicas deste organismo.

Na reunião, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer manifestou a sua discordância e preocupação por os pescadores da freguesia da Comporta terem sido proibidos, na licença de 2018, de apanhar lingueirão, lamejinha e amêijoa. De acordo com esta licença de apanha de marisco, emitida pela Direção Geral, os pescadores estão limitados a apanhar caranguejo à mão, além de poderem ainda apanhar amêijoa da cabeça (ou amêijoa boa), mas não poderem comercializá-la. A comitiva pediu, então, a revisão da licença, que afeta a vida económica de muitas famílias, tendo o edil Vítor Proença manifestado ainda a sua incompreensão pela alteração da licença (que, em 2017, permitia a apanha das espécies agora proibidas) sem que tal tivesse sido justificado.

O Diretor Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, José Carlos Simão, forneceu então alguma documentação de fundamentação desta decisão que afeta o canal de Alcácer do Sal e que se prende, essencialmente, com razões microbiológicas e níveis de toxinas. No final, José Carlos Simão assumiu o compromisso de, na segunda quinzena de abril, enviar à Carrasqueira técnicos da Direção Geral para procederem a uma reunião com os pescadores, na qual lhes serão transmitidos procedimentos e informações úteis.

Recorde-se que a reunião com a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos vem na sequência do compromisso assumido pelo presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença aquando da realização da Presidência Aberta na freguesia da Comporta, no final do mês de janeiro, na qual esta preocupação lhe foi transmitida pela comunidade piscatória e autarca assumiu o compromisso de lutar pelos seus interesses.