Programação do Festival com espetáculos para todas as faixas etárias e gostos teatrais

2º edição do Encontros – Festival de Teatro de Alcácer de 13 de maio a 10 de junho com a participação de 7 companhias de teatro

04 maio 2016


A 2ª edição do Encontros- Festival de Teatro de Alcácer do Sal começa no dia 13 de maio, com o espetáculo de Pedro Tochas, e prolonga-se até 10 de junho. Durante praticamente um mês, vão passar pelo Auditório Municipal de Alcácer, Biblioteca Municipal e Praça Pedro Nunes vários espetáculos de companhias de teatro e atores bem conhecidos do público, naquela que é a segunda iniciativa do género organizada pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal e pela Água Ardente – Produções teatrais.

A apresentação do Encontros realizou-se ontem (3 de maio) numa conferência de imprensa onde marcaram presença, para além do Presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença e do diretor artístico do Festival, Olavo Nóbrega, também os atores Pedro Górgia - que vai participar no Festival de Teatro com a organização do “Ateliê Me: Minha Vida Dava um Filme” - e Ricardo Peres, da companhia “Os Irmãos Machado”, que vai estar em Alcácer com um espetáculo de comédia e malabarismo “radical” no dia 27 de maio.

O Presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença realçou a importância deste festival para a formação de novos públicos em Alcácer do Sal, reafirmando que “a programação deste ano do Encontros é abrangente e vão existir espetáculos para todas as faixas etárias e vários gostos teatrais”. É o caso do espetáculo do conhecido ator Pedro Tochas, do espetáculo Barba Azul do “Teatro Marionetas do Porto” (destinado ao público infantil), da presença em palco de “Os Irmãos Machado”, do Teatro de Animação de Setúbal e do espetáculo de comédia “Absolutamente Fabulosos”, com os atores Luís Aleluia, Noémia Costa e Joana Figueira”, bem conhecidos da série da RTP1 “Beirais”. O público vai ter ainda oportunidade de participar no ateliê organizado pelo ator Pedro Górgia , conhecido do público pela sua participação em várias telenovelas, e vai poder assistir ao espetáculo “Pele.. Memórias” ,do Projeto Marca d’ Água e PensarTeatro, encenado pelo diretor artístico do Festival, Olavo Nóbrega.

"A cultura, a par do desenvolvimento económico do concelho e do turismo, são algumas das prioridades da Câmara Municipal", disse ainda o Presidente da Câmara Municipal de Alcácer que deixou já garantias de continuidade da terceira edição do Festival, que poderá mesmo tornar-se internacional e, certamente, irá ter uma extensão em Lisboa, com uma parceria do Teatro do Bairro. 

Olavo Nóbrega agradeceu o apoio da autarquia na realização da 2ª edição do Encontros, destacando a qualidade da programação com uma atenção especial para o público mais jovem. “Queremos captar o interesse da população mais nova e acredito que a programação deste ano tem todas as componentes para agradar todos os gostos e faixas etárias”, disse o diretor artístico do festival. 

Também o ator Ricardo Peres, de “Os Irmãos Machado”, destacou a qualidade da programação do Encontros e falou do espetáculo que vai apresentar no Auditório Municipal, no dia 27 de maio. “Trata-se de uma comédia de intervenção com algum improviso e com a participação do público”, explicou o ator, realçando também o apoio da Câmara Municipal de Alcácer do Sal na realização do Festival de Teatro, acrescentando que “há coisas a acontecer fora das grandes cidades e há que aproveitar estas iniciativas para descentralizar o teatro e formar novos públicos”. O ator Pedro Górgia reafirmou a importância do Encontros para o dinamismo cultural do concelho. "Encontros é a palavra certa, porque vamos ter oportunidade de fazer partilhas do que gostamos com os outros”, salientou. 

À semelhança do ano passado, as entradas são pagas, com o custo de 5 euros para o bilhete normal e 20 euros para o acesso a todos os espetáculos que vão ter como palco o Auditório Municipal, a Biblioteca Municipal e depois, no último dia (10 de junho), a Praça Pedro Nunes, com o espetáculo de rua dos “PIA – PROJETOS DE INTERVENÇÃO ARTÍSTICA”.