Museu Municipal Pedro Nunes


Fundado a 15 de outubro de 1894, em resultado da junção do espólio arqueológico depositado na Câmara Municipal e de doações do padre Matos Galamba e de Joaquim Correia Batista, o Museu Municipal de Alcácer do Sal é, sem dúvida, um dos mais antigos do País.


Em 1896 o acervo arqueológico foi enriquecido com a doação de António Faria Gentil do espólio da Idade do Ferro, proveniente da necrópole do Olival do Senhor dos Mártires.


Durante vários anos o espaço museológico resumiu-se a um compartimento vizinho da Sala de Sessões da Câmara Municipal. Em 1914 a autarquia instalou o museu na Igreja do Espírito Santo, comprada para o efeito, onde hoje se mantém. Desde essa altura têm sido efetuados constantes melhoramentos e enriquecimentos das coleções, com ofertas de particulares e depósitos de documentação arqueológica decorrente da atividade científica da sua equipa técnica.

 

Após anos de abandono e desvio de algum do seu rico espólio, o 25 de Abril de 1974 inaugurou uma nova fase na evolução do espaço. A antiga denominação de Museu Municipal de Alcácer do Sal foi alterada para Museu Municipal Pedro Nunes por iniciativa do Executivo camarário a 10 de março de 1979, homenageando deste modo um dos maiores vultos nascidos nesta cidade. Em 1988 abriu oficialmente ao público com uma exposição permanente de objetos arqueológicos.


Fechado desde 2007 devido a um avançado estado de degradação, iniciou-se uma nova fase com o objetivo de se requalificar este espaço. As escavações arqueológicas aqui efetuadas revelaram uma diacronia ocupacional, com uma potência estratigráfica com cerca de dois metros de profundidade, documentando uma ocupação desde os séculos. III/IV a.C. até à época muçulmana, perdurando posteriormente como espaço funerário durante os séculos XIV/XV a XIX. Estes vestígios são compostos por estruturas correspondentes a pequenas habitações e níveis de lixeiras, estando bem delimitadas espacialmente.

Museu Pedro Nunes

Atualmente, a autarquia está a efetuar o projeto de requalificação e musealização do Museu Municipal Pedro Nunes (Igreja do Espírito Santo). O futuro espaço continuará a ser encarado como um edifício sagrado, signo de transcendência, lugar de memória, identidade e sentido, conciliando desta forma a vertente religiosa com a ocupação do espaço anterior à construção do edifício.


NOTÍCIAS

» Notícia de 28 de julho 2016: "Câmara lança concurso público para requalificação do Museu Pedro Nunes"

» Notícia de 16 de janeiro 2017: "Museu Pedro Nunes, um museu voltado para o Mundo"





Rua do Município

7580 Alcácer do Sal


Horário de funcionamento: (atualmente fechado para obras de requalificação do espaço)