Monte da Tumba


Este vestígio arqueológico da Idade do Cobre foi identificado quando se construiu uma vivenda, em 1980, no cimo de uma elevação conhecida como Monte da Tumba, no Torrão. As escavações deixaram a descoberto os restos do povoado ocupado durante o Neolítico final e o Calcolítico (2500 – 200 a.C.), povoado raro para este período no Baixo Alentejo e ainda mais raro por oferecer boas sucessões estratográficas e estruturas bem conservadas. 

Monte da Tumba

O Monte da Tumba localiza-se numa mancha calcária, o que permitiu a conservação de alguns elementos. Oferece informações imprescindíveis para o conhecimento, quer do meio económico-social, quer do meio natural, fauna, flora, carvões.

 



Monte da Tumba

Acesso

O povoado situa-se seis quilómetros do Torrão, no Vale do Gaio, a 1100 metros para este da Ribeira do Xarrama (afluente do Rio Sado).

Para efetuar visita guiada pode contactar o Museu Etnográfico do Torrão ou o Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, com alguns dias de antecedência.