Ponte metálica

A ponte metálica de Alcácer do Sal tornou-se, durante décadas, num ponto de passagem obrigatório para quem rumava às praias do sul.


Inaugurada em 1945, a estrutura em ferro, que remete para o “estilo Eiffel”, substituiu outra em madeira existente naquele local desde finais do século XIX. A ponte primitiva tinha um tramo móvel para permitir a passagem dos barcos à vela do transporte dos cereais, entre os quais o trigo e o arroz. 


O tabuleiro metálico, com uma extensão de 107,45 metros repartidos por três tramos, é destinado ao transporte rodoviário. Para atenuar os congestionamentos foi montado um porão provisório, ao lado da estrutura metálica para que a travessia se pudesse fazer em simultâneo nos dois sentidos.


No final de 2007 começaram as obras de recuperação da ponte, que terminaram em 2008 e permitem o trânsito de veículos pesados. A ponte voltou a ter o tramo levadiço operacional, permitindo a passagem das embarcações à vela, nomeadamente os dois barcos tradicionais da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, os galeões do sal Pinto Luísa e Amendoeira.