Igreja de Nossa Senhora do Monte


Em Vale de Guizo, terra do grande matemático Pedro Nunes, esconde-se um dos tesouros do concelho de Alcácer do Sal: a Igreja de Nossa Senhora do Monte. Majestosa, impõe-se na paisagem, isolada, no cimo de um monte (daí o nome) aos pés do qual a aldeia se ergue.


É uma igreja barroca de exterior simples e despojada que contrasta com a riqueza do interior, de várias artes em conjugação: talha, pintura, azulejaria. As paredes estão cobertas com painéis de azulejos azuis e brancos com cenas da vida de Nossa Senhora. Tem coro e púlpito e no pórtico principal estão patentes as armas reais de D. José I. Possui três altares, um deles pertencente a Nossa Senhora do Rosário e outro à irmandade das Almas.

Igreja Nossa Senhora do Monte
A obra foi mandada fazer pelo rei D. José a 10 de abril de 1724 e concluída a 24 de maio de 1751. No entanto, já no século XVI há registos de que existia uma ermida no mesmo lugar. Com o terramoto de 1755 sofreu grandes estragos, mas foi de imediato recuperada.

No séc. XIII/XIV, reinado de D. Dinis, existe uma referência à Igreja de Santa Maria do Monte junto a Alcácer do Sal, que presumimos seja relativa a esta de Vale de Guizo, pelo que é uma das igrejas mais antigas do Município de Alcácer do Sal.

Para os mais aventureiros vale a pena subir as escadas até aos sinos, morada de pombos e cegonhas, e ver a paisagem: de um lado as casas brancas do Arêz (aldeia vizinha) e o rio Sado; do outro lado, os arrozais.

Igreja Nossa Senhora do Monte
Acesso:
Estrada nacional 383, Rua 25 de Abril, Vale de Guizo


Nota:
Para visitar a Igreja é necessário pedir a chave à senhora Ana Gaudino, que mora ao lado.